Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

2º Simpósio de Obesidade — Hospital Português da Bahia

24 de janeiro de 2004

2º Simpósio de Obesidade

24 January 2004

Especialistas estiveram reunidos no dia 12 de dezembro, das 8 às 18h30 no 2º Simpósio de Obesidade. Realizado pelo Núcleo de Tratamento e Cirurgia da Obesidade e Centro de Estudos Prof. Dr. Egas Moniz no auditório do Centro Médico Hospital Português, o evento tratou deste mal que atinge 10% da população de Salvador e 60% da população dos Estados Unidos. Além dos aspectos relacionados ao tratamento, foram tratados também temas como a doença na infância, nutrição, a visão contemporânea da obesidade, e a relação com os distúrbios do sono.

A obesidade está entre as doenças que mais matam atualmente. Além dos inconvenientes que o excesso de peso traz para o paciente, a obesidade traz doenças associadas como a hipertensão, diabetes, osteoartrose, refluxo gastroesofágico, distúrbios biliares, dislipidemais,  incontinência urinária, asma, apnéia do sono, falência congestiva cardíaca, entre outras.

Os dados sobre a incidência da obesidade preocupam os especialistas – hoje, existem mais pessoas obesas do que desnutridas e as classes mais atingidas são as classes média e baixa. Isso é motivado pela má qualidade da alimentação, a falta de cuidado com o corpo e a alta ingestão de gordura e açúcar. De acordo com a estatística do Núcleo de Tratamento e Cirurgia da Obesidade, dos 120 pacientes operados, 70% são do sexo feminino.

Obesidade em crianças

No caso das crianças, o erro dietético na infância, a exemplo da qualidade do lanche escolar, é um grande passo para a obesidade. As facilidades da vida moderna como o controle remoto, a escada rolante, o video game também colaboram pois fazem com que as pessoas se acomodem cada vez mais.

De acordo com o Dr. Erivaldo Alves, coordenador do Núcleo de Tratamento e Cirurgia da Obesidade, a situação da criança é preocupante. “A criança obesa tem uma grande probabilidade de se tornar um adulto obeso”, explica o médico. “No princípio, o homem se movimentava mais pois tinha que sair em busca do seu alimento, tinha que caçar. Com o tempo, veio a agricultura e o alimento ficou mais perto do homem. Hoje, o homem moderno tem tudo à mão e está cada vez mais acomodado”, explica Dr. Leonardo Vinhas, integrante da equipe do Núcleo.

Relação entre pais e filhos obesos:

Pais Probabilidade da criança ser obesa
Ambos magros  20%
Um dos dois obeso  50%
Ambos obesos  80%