Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

Quinze anos de excelência — Hospital Português da Bahia

18 de maio de 2007

Quinze anos de excelência

18 May 2007

Centro de referência Norte-Nordeste no tratamento do infarto do miocárdio, embolia pulmonar, cardiopatias descompensadas, arritmias e doenças da aorta e pericárdio, a Unidade Coronariana (UCO) do Hospital Português comemora 15 anos em abril.

Com tratamentos de ponta e infra-estrutura semelhante a dos grandes hospitais do mundo, a UCO debuta em grande estilo, cumprindo com louvor as indicações do Professor Euryclides Zerbini. De acordo com ele, para ser  completo, um hospital tem que se dedicar bem à assistência, ao ensino (complementando o conteúdo das universidades) e à pesquisa científica.

A cada ano, a UCO cumpre os objetivos de elevar a qualidade dos serviços prestados à população e contribuir com a construção do conhecimento médico. Em 15 anos de vida, atendeu quase 20 mil pacientes. Seguindo a vocação do pioneirismo, característica do Hospital Português, foi a primeira a realizar tratamento com trombolíticos e com angioplastia primária, no infarto.

A UCO incorpora as inovações que aperfeiçoam o diagnóstico precoce e o  tratamento das doenças do coração, como os  métodos de imagem (ecocardiograma, tomografia computadorizada com múltiplos detectores, ressonância magnética, medicina nuclear) e as técnicas de cateterismo cardíaco, com a utilização de novos dispositivos que são utilizados dentro das  artérias, os chamados estentes, explica o coordenador da Unidade, Dr. Péricles Esteves, que é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Aprender com o passado para construir o presente é uma das valiosas lições  que o Hospital carrega. Por todos esses motivos, a UCO, assim como o  Hospital, é referência no que faz. Ao completar 15 anos de tantos êxitos, o futuro da Unidade se mostra cada vez mais atraente e promissor.

Além de priorizar a melhoria do atendimento,  a UCO se preocupa com a  produção de trabalhos científicos. Mais de 30 artigos foram apresentados em  congressos nacionais e internacionais, alguns, inclusive, premiados, e mais de  600 estudantes de medicina passaram pela Unidade, muitos deles agora são cardiologistas e trabalham na UCO ou na UTI Geral e de Pós-Operatório do Hospital Português.

Um levantamento feito no ano 2000 mostrava que 50% dos médicos da UCO eram ex-estagiários ou ex-residentes. Isso demonstra a excelência da relação  entre  a equipe da Unidade e aqueles que iniciaram nela sua trajetória profissional, ainda estudantes. Muitos retornaram para fazer parte do time e  participar dos projetos da UCO.