Notícias Fique por dentro das novidades

UPC é única, na Bahia, específica para pós-operatório cardiovascular — Hospital Português da Bahia

25 de abril de 2009

UPC é única, na Bahia, específica para pós-operatório cardiovascular

25 April 2009

Única Unidade fechada da Bahia voltada especificamente para a recuperação de pacientes submetidos a cirurgias cardíacas, a Unidade de Pós-operatório Cardiovascular (UPC) do Hospital Português é referência no Estado e no Norte-Nordeste. A UPC dispõe de oito leitos totalmente equipados e um quadro médico formado por profissionais especialistas em cardiologia, com experiência em terapia intensiva e treinamento em pós-operatório de cirurgia cardíaca. As equipes de enfermagem e fisioterapia também têm formação específica na área, colocando a Unidade em um nível de qualificação técnico-científica comparável ao de grandes centros cardiológicos internacionais.

“Um fato que nos deixa muito feliz é que o índice de mortalidade global na Unidade também se equipara ao de qualquer centro de cirurgia cardíaca do mundo”, destaca o coordenador da UPC do Hospital Português, Dr. Maurício Nunes. Fundada há cerca de 4 anos, a UPC registra mais de mil pacientes acompanhados nesse período.

A equipe muldisciplinar da Unidade de Pós-operatório Cardiovascular reúne 45 membros, sendo 9 médicos, além de enfermeiros, auxiliares, fisioterapeutas e administrativos. A UPC possui diversas equipes cirúrgicas, coordenadas pelos médicos Wanewman Andrade, Luciano Rapold, Ricardo Eloy e Giorgio Pieracciani, profissionais de destaque no cenário nacional. “Vale ressaltar que a Unidade conta também com o apoio de médicos inter-consultores, a exemplo de nefrologistas, endocrinologistas e hematologistas”, diz a vice-coordenadora da UPC, Dra. Rebecca Reis.

Dra. Rebecca explica que todos os pacientes que passam por cirurgia cardíaca no Hospital Português são direcionados para a UPC, onde ficam por, pelo menos, 48 horas. “As primeiras 48 horas após a cirurgia é o período mais propenso ao surgimento de complicações relacionadas ao procedimento. Se tudo correr bem, o paciente recebe alta logo depois”, informa a médica, acrescentando que, na UPC, os pacientes passam por exames específicos, como ultrassom, ecocardiograma e doppler de carótida, com o diferencial de serem realizados na beira do leito.