Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

Pele saudável o ano todo — Hospital Português da Bahia

3 de outubro de 2014

Pele saudável o ano todo

03 October 2014

Com a chegada da alta estação o uso de roupas mais leves e curtas coloca a pele em evidência, e chama a atenção da população para os cuidados com a camada mais externa do corpo. Embora essa situação se repita a cada ano, os dermatologistas recomendam proteger a pele diariamente, independente da estação climática. Isto, porque na zona entre os trópicos, onde o Brasil se encontra, a intensidade da radiação solar sofre pouca variação ao longo do ano, mesmo nos períodos mais chuvosos. A negligência a esse fato é um dos fatores responsáveis pelas altas taxas de câncer de pele na população brasileira. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer – INCA este é o tumor mais frequente no país e representa 25% do total de tumores malignos registrados todos os anos. “Os simples hábitos de aplicar protetor solar e evitar os horários de maior radiação seriam suficientes para reverter essa estatística”, observa o dermatologista do Hospital Português, Dr. Ruy Guimarães Botelho.

Cuidados sob o sol

Engana-se quem acredita que precisa se proteger do sol somente em dias ensolarados ou quando permanece mais tempo se bronzeando. Apesar de os índices de radiação aumentarem no verão, os cuidados sob o sol (uso do protetor solar, chapéus, óculos escuros) devem ser praticados durante todo o ano. Isto inclui respeitar os horários de exposição que representam menor risco à saúde: das 6h da manhã às 9h, e das 16h da tarde às 18h. Fora dessa faixa, a ação dos raios ultravioletas UVA, UVB e UVC é mais ativa e, por isso, mais prejudicial e favorável às doenças de pele – vermelhidão,  manchas, queimaduras, envelhecimento cutâneo e, em longo prazo, rugas, flacidez e  predisposição ao câncer de pele.

O protetor solar tem a função de proteger a pele da exposição diária aos raios, evitando seus efeitos nocivos à saúde. Recomenda-se que o protetor seja aplicado ao menos duas vezes ao dia, tendo fator de proteção mínimo de 30 FPS. Em dias de contato com piscina ou praia, a recomendação passa a ser para uma aplicação a cada 2 horas. “Seguindo esses cuidados é possível usufruir o melhor do sol, como a sensação de aquecimento no frio, bem-estar e estímulo da produção da vitamina D”, diz o dermatologista.

Hidratação interna e externa

Além do uso de protetor solar, uma pele saudável requer outros cuidados importantes. Enquanto no frio há ressecamento e descamação, na alta estação, o aumento do calor gera um processo natural de desidratação do corpo, através da evaporação da água na epiderme e da transpiração, que se reflete na pele. O resultado é uma cútis seca, desidratada e com a sua função protetora comprometida. Por isso, é necessário reforçar a hidratação interna e externa do corpo sempre que aumenta o calor.

Além de ser um agente regulador de muitas funções do nosso organismo, desde o controle da temperatura até o bom funcionamento do sistema circulatório, a água possui um papel fundamental para manter a pele saudável. Especialistas recomendam ingerir diariamente de 2 a 4 litros de água. “A alimentação também deve ser balanceada, rica em legumes, verduras e frutas. Esses alimentos, quando vermelhos, amarelos e laranja (cenoura, mamão, beterraba, por exemplo) são ricos em betacaroteno, que é um ‘bronzeador natural’, além de contribuir para a proteção solar”, informa Dr. Ruy Guimarães Botelho. Ele explica que os princípios ativos desses alimentos beneficiam a pele, melhorando sua elasticidade, maciez e brilho. No que diz respeito à hidratação externa, um dermatologista pode indicar o hidratante mais adequado para o seu tipo de pele. Por exemplo, se for oleosa, ele deve recomendar o uso preferencial de hidratantes em gel ou gel creme.