Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

Medicina Nuclear do HP adquire moderna Gama-Câmara — Hospital Português da Bahia

8 de maio de 2015

Medicina Nuclear do HP adquire moderna Gama-Câmara

08 May 2015

A maior expectativa de vida da população brasileira tem elevado a incidência de problemas relacionados ao envelhecimento, como doenças cardiovasculares e oncológicas. Essa realidade tem impulsionado o avanço permanente da medicina, especialmente, com relação aos métodos de diagnóstico por imagem. No campo da Medicina Nuclear, a Gama-Câmara Discovery NM 630, um dos mais modernos instrumentos de diagnóstico por imagem, disponibilizado recentemente no Serviço do Hospital Português, tem contribuído para aumentar a precisão diagnóstica em especialidades como Oncologia, Cardiologia, Ortopedia, Endocrinologia, Pneumologia, Neurologia, entre outras, oferecendo alta qualidade de imagem nos exames de cintilografia. A médica líder da Medicina Nuclear do HP, Dra. Adelina Sanches, explica que as principais vantagens de uso dessa alta tecnologia incluem um diagnóstico mais preciso, com exames feitos em metade do tempo que no passado e a consequente melhor indicação terapêutica. “A chegada desse equipamento torna o nosso Serviço mais completo para atender a demanda crescente por serviços avançados de imagem, proporcionando maior segurança para os especialistas e conforto para o paciente”, observa.

A Gama-Câmara permite realizar exames de cintilografia para análise da função dos órgãos, constituindo um método não invasivo de diagnóstico por imagem e, portanto, sem riscos para o paciente. Mais frequentemente, o exame tem ajudado na investigação de patologias cardiológicas e oncológicas, seja por meio da cintilografia do miocárdio (que avalia pacientes com riscos de doença coronária e isquemia) ou através da cintilografia óssea (que faz o rastreamento do esqueleto inteiro em busca de lesões ou tumores). Com a aquisição do novo equipamento, a Medicina Nuclear do HP passa a dispor de duas Gama-Câmaras, além de um aparelho PET/CT de última geração. Em breve, a Setor deve ser incrementado com a chegada de um aparelho Gama Probe, utilizado em cirurgias guiadas por radiação, que minimizam significativamente o risco de complicações nas cirurgias oncológicas.

Diferenciais

Todos os métodos de imagem evoluíram com o passar do tempo e, hoje, possuem a capacidade de interface de equipamentos como Tomógrafos e Ressonâncias Magnéticas, fundindo imagens de alta resolução em programa de computador específico. A Gama-Câmara Discovery NM 630 também possui linguagem compatível aos demais equipamentos usados na Medicina Nuclear do HP, possibilitando a junção de imagens híbridas (de exames distintos, como Tomografia e Cintilografia) para análise da parte anatômica e funcional dos órgãos. “Com este equipamento atingimos resultados mais completos e uma avaliação mais rica em detalhes do quadro clínico do paciente. Isto permite a definição mais precisa e individualizada do diagnóstico. Dizer que o paciente tem uma doença é tão impactante quanto dizer que não há, pois ambos os casos afetam a sua saúde, já que definem a condução do quadro clínico”, ressalta a bos os casos afetam a sua saúde, já que definem a condução do quadro clínico”, ressalta a especialista.

A Gama-Câmara Discovery NM 630 oferece ainda a possibilidade de minimizar os índices de radiação emitida no paciente, preservando a duração do exame ou reduzindo-a pela metade. Essa flexibilidade oferecida pelo equipamento é um diferencial importante para ampliar o conforto do paciente e a oferta de tratamento mais individualizado, já que cada paciente possui necessidades particulares. Outras vantagens são a agilidade do fluxo de atendimento e a qualidade superior de imagem. “Hoje, realizamos mais exames em menor tempo, em relação aos equipamentos mais antigos. Esse ganho impacta no aumento da capacidade de atendimentos no Setor, ampliando o acesso ao procedimento”, informa Dra. Adelina. Mensalmente, a Medicina Nuclear do HP realiza uma média de 100 atendimentos através de regulação pelo SUS.