Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

Dia do Homem reforça atenção com a saúde masculina — Hospital Português da Bahia

21 de julho de 2015

Dia do Homem reforça atenção com a saúde masculina

21 July 2015

O Dia do Homem, comemorado em 15 de julho, reforça a importância de cuidados contínuos com a saúde masculina. Vítima do próprio preconceito, enraizado ao longo de gerações, o homem costuma realizar poucos exames preventivos – fato que motiva a sua busca por atendimentos de urgências. Estatísticas anuais da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que, em média, eles vivem seis anos a menos que as mulheres. Isto ocorre, em grande parte, devido à falta de uma rotina de cuidados com a saúde e ao desinteresse em consultas médicas regulares.

O médico clínico do Hospital Português, Dr. Márcio Peixoto ressalta que não deve existir uma distinção entre os gêneros na forma de cuidar da saúde. “Historicamente, os homens costumam ser mais propensos ao tabagismo, alcoolismo e sedentarismo, fatoresque por si sós já elevam os riscos para diversas doenças. A atenção redobrada deste público, por meio de exames preventivos e hábitos saudáveis, é essencial”, observa o especialista.

Nesse sentido, o maior acesso à informação tem ajudado a desmistificar aos poucos a crença popular de que o homem é o sexo forte e, portanto, mais resistente às doenças. O exame de próstata, por exemplo, alvo de bastante preconceito, teve um crescimento considerável nos seis últimos anos, segundo o Ministério da Saúde, saltando de 1 milhão para 3 milhões. Apesar dessa alta na demanda, o urologista do Hospital Português, Dr. Paulo Furtado observa que muitas pessoas ainda não realizam o procedimento por puro preconceito. “Através do toque retal podemos avaliar o tamanho da glândula, sua consistência, a presença de nódulos palpáveis e até mesmo diagnosticar um câncer de forma precoce. Por isso, o exame deve ser feito anualmente, a partir de 50 anos. Para aqueles homens com histórico familiar da doença, a primeira avaliação deve ser feita aos 45 anos”, informa.