Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

Riscos da Automedicação — Hospital Português da Bahia

30 de outubro de 2015

Riscos da Automedicação

30 October 2015

Quem nunca tomou um remédio sem prescrição médica após uma dor de cabeça ou febre? Ou pediu opinião a um amigo sobre um medicamento em determinadas ocasiões? A automedicação, muitas vezes vista como uma solução para o alívio imediato de alguns sintomas, pode trazer consequências mais graves do que se imagina.

O uso de medicamentos de maneira incorreta, quase sempre acompanhado do desconhecimento dos possíveis malefícios, pode anular ou potencializar o efeito de outro remédio, esconder determinados sintomas, dificultar o diagnóstico, facilitar o aumento da resistência de microorganismos, provocar reações alérgicas, acarretar o agravamento de uma doença, causar dependência e até morte.

A orientação do Ministério da Saúde é procurar um médico ao desconfiar de qualquer problema de saúde. Evite recomendações de vizinhos, amigos, parentes ou mesmo de balconistas de farmácias ou drogarias. E na hora de adquirir medicamentos de venda livre (considerados de baixo risco para tratar males menores e recorrentes), procure orientações do farmacêutico.