Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

Higienização das mãos: um cuidado permanente — Hospital Português da Bahia

12 de maio de 2016

Higienização das mãos: um cuidado permanente

12 May 2016

De acordo com a Organização Mundial de Saúde – OMS, as mãos constituem a principal via de acesso para transmissão de micro organismos, seja de forma direta (pele com pele) ou indireta, através do contato com objetos ou superfícies contaminadas. Para incentivar a importância da higienização das mãos, o dia 5 de maio foi instituído para reforças a importância da causa.

As mãos devem ser lavadas sempre que estiverem visivelmente sujas, antes e depois das refeições, após assoar o nariz ou usar o banheiro, por exemplo. Caso as mãos não estejam limpas, ações simples e corriqueiras — que costumam passar despercebidas — como coçar os olhos, a boca, digitar, falar ao telefone, contar dinheiro e utilizar o transporte podem causar sérios danos à saúde, desde pequenos resfriados ou conjuntivite, até mesmo hepatite e infecções respiratórias.

Não existe um número determinado de lavagens necessárias ao dia, entretanto especialistas afirmam que esta quantidade não deva ser inferior a oito lavagens diárias, nem superior a 25, pois, em excesso, os produtos químicos presentes no sabão podem agredir a pele. A higiene das mãos remove o suor, a oleosidade e as células mortas, o que impossibilita a formação de um ambiente propício à permanência e à proliferação de vírus, fungos e bactérias.