Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

Inverno faz redobrar atenção para gripes e resfriados — Hospital Português da Bahia

1 de julho de 2016

Inverno faz redobrar atenção para gripes e resfriados

01 July 2016

frioÉ chegado o inverno e aquele clima convidativo para assistir a um bom filme enrolado no cobertor traz consigo também um alerta para o aumento do risco de doenças respiratórias, sobretudo gripes e resfriados. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, por ano, a gripe cause comprometimento grave em 3,5 milhões de pessoas. Muito confundida com o resfriado, a gripe, causada pelos vírus da família Influenza, possui sintomas em comum, como febre, coriza, espirros, dores de cabeça e no corpo, mal estar e inflamação da garganta, porém, com intensidades muito maiores que o resfriado.

Com a baixa umidade do ar nesta época do ano, característica da diminuição de temperatura, os vírus causadores destas doenças encontram ambiente perfeito para sua proliferação, resultando no maior número de infecções. Aliado a este agravante, neste período as pessoas costumam ficar mais aglomeradas e em ambientes fechados, o que também estimula a disseminação dos vírus.  A gripe pode ser muito perigosa em idosos, bebês e pessoas com imunidade baixa. O resfriado, por sua vez, raramente causa complicações mais agravantes.

É necessário ficar atento aos sinais de gravidade da gripe que, quando observados, necessitam de acompanhamento médico imediato, são eles: dificuldade respiratória, dor torácica, pressão baixa, alterações da consciência, desorientação, vômitos persistentes e febres elevadas. Como prevenção para ambas as doenças, destacam-se algumas práticas como: evitar proximidade com pessoas contaminadas, evitar contato direto das mãos com olhos e boca sem antes terem sido lavadas, lavar as mãos frequentemente e, para o público idoso, vacinar-se anualmente contra a influenza.