Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

Cuide dos seus ouvidos! — Hospital Português da Bahia

7 de novembro de 2014

Cuide dos seus ouvidos!

07 November 2014

A audição é um dos nossos cinco sentidos e responde pela percepção sonora do ambiente que nos cerca. São dois sistemas independentes, um para cada ouvido. Mas por quê? Isso propicia localizarmos melhor a origem dos sons, o que não ocorre com tanta eficiência quando perdemos a audição de um dos lados. Daí a importância de zelarmos por nossos dois ouvidos, pois, apesar de funcionarem bem isoladamente, quando juntos, trabalham com muito mais “harmonia”.Mas, talvez, cuidar da nossa audição numa cidade com tantos “cantos, encantos e axé” e que vive num momento de grande expansão imobiliária, cercada de obras de mobilização urbana, não seja tarefa das mais fáceis.

A partir de um nível de ruído em torno de 85 decibéis, já podemos ter danos irreversíveis à nossa audição, a depender do tempo de exposição a essa fonte sonora. E, para você ter uma ideia do quão estamos suscetíveis a esses eventos, vou dar alguns exemplos. O tráfego das nossas movimentadas avenidas de Salvador gera um ruído de cerca de 85 decibéis. Se numa dessas avenidas estiver havendo algum tipo de obra de expansão ou reparo, com o uso de uma britadeira, por exemplo, esse ruído pode chegar aos 120 decibéis para quem trafega por perto. Já os trios elétricos, símbolos da nossa baianidade, podem produzir sons com até 110 decibéis. No nosso São João, famoso no interior e na capital, as bombas, que fazem a alegria dos adolescentes, produzem um ruído com mais de 140 decibéis. E as festas (ou baladas) com música eletrônica, não raro, se aproximam dos 130 decibéis de emissão de ruído.

Dá para ver como é difícil proteger nossos ouvidos morando numa grande cidade como Salvador. Mas, se cada um fizer a sua parte (os órgãos competentes fiscalizarem e nós colaborarmos nos precavendo) a tarefa se torna menos árdua.Seguem, então, algumas dicas para a manutenção de uma audição saudável:

1)    Evite frequentar ambientes ruidosos;

2)    Evite ouvir música com volume muito alto ou com fones de ouvido;

3)    Não durma com a TV ou rádio ligados;

4)    Não use remédios sem prescrição médica;

5)    Procure utilizar protetores auditivos em ambientes com muito barulho;

6)    Mantenha seu calendário vacinal atualizado, principalmente o das crianças;

7)    Não use cotonete ou qualquer outro instrumento para remoção da cera;

8)    Procure seu otorrino anualmente para avaliações preventivas, especialmente as crianças em idade escolar e pré-escolar;

9)    A qualquer sinal de alteração auditiva ou desconforto no ouvido, procure atendimento especializado;

10) Não banalize as gripes e os resfriados. Eles podem trazer consequências negativas para os seus ouvidos e para a sua audição.