Notícias Fique por dentro das novidades e eventos

HP: referência em cardiologia preventiva e intervencionista — Hospital Português da Bahia

6 de setembro de 2016

HP: referência em cardiologia preventiva e intervencionista

06 September 2016

coraçãoO Dia Mundial do Coração, instituído pelo Ministério da Saúde (MS) no último domingo de setembro, chama a atenção para as doenças cardiovasculares, principal causa de morte no mundo moderno. No Brasil, a cada ano, o problema responde por aproximadamente 20% de todas as mortes em pessoas acima de 30 anos. Parte dos casos tem origem no estilo de vida, marcado por fatores de risco como hipertensão arterial, colesterol elevado e tabagismo, que fazem do infarto do miocárdio e do acidente vascular cerebral (AVC) problemas frequentes entre os brasileiros, segundo o MS. Atualizado com o modo de vida da população, o Hospital Português (HP) mantém uma infraestrutura completa para prevenir, diagnosticar e tratar as doenças do coração. Pioneiro na Bahia na realização de diversos procedimentos cardíacos, o filantrópico dispõe de Unidades Especializadas em Cardiologia Intensiva – Unidade Coronariana (UCO) e Unidade de Pós-operatório de Cirurgia Cardiovascular (UPC) –, além de Serviços de Arritmia e Eletrofisiologia, Ecocardiografia, Eletrocardiografia e Hemodinâmica.

“Considerando os hábitos atuais da sociedade, os investimentos na modernização da infraestrutura hospitalar cardiológica se tornam fundamentais para permitir a intervenção adequada nas situações em que a prevenção não seja mais possível. Desse modo, a Hemodinâmica do HP acaba de incorporar novos procedimentos e tecnologias para suprir a demanda crescente da população por assistência especializada nessa área”, observa o líder do Serviço, Dr. Antônio Morais de Azevedo Júnior.

Estrutura moderna com tecnologia de ponta

Após ter a sua estrutura modernizada, o Serviço de Hemodinâmica do HP se torna mais completo. Agora, dispondo de duas salas para a realização de procedimentos, a área duplica a capacidade de atendimento em diversas especialidades cardiológicas, que passam a atuar simultaneamente, se complementando. Equipado com o aparelho de última geração Artis Zee, da Siemens (cujos diferenciais são um tomógrafo acoplado e a alta qualidade nos exames de imagem), o Serviço também aumenta a segurança assistencial, a precisão nos diagnósticos e, consequentemente, a agilidade na tomada de decisão do corpo clínico – que se traduz em menor risco de sequelas para o paciente. Com o incremento do Serviço, pacientes críticos com quadro de AVC podem ser encaminhados da Emergência Geral da Instituição, aberta 24 horas, diretamente para a Hemodinâmica, onde irão realizar todas as etapas do diagnóstico e tratamento. “Além de dar suporte relevante às decisões médicas, sobretudo, nos casos que necessitam de atendimento imediato, essa avançada tecnologia possibilita que o diagnóstico e o tratamento sejam feitos com grande agilidade e no mesmo local”, destaca o cardiologista.

Tanto no infarto agudo do miocárdio como no AVC isquêmico, o tratamento do doente crítico visa a desobstrução de um vaso – quer seja numa artéria do coração (coronária), quer seja em um vaso cerebral. Assim, empregando tecnologias avançadas, o Serviço ganha agilidade para atuar nessas situações e restabelecer o fluxo sanguíneo no menor tempo possível. “A tecnologia amplia as chances de retirada do coágulo e salvamento do músculo cardíaco (no infarto agudo do miocárdio) ou do tecido cerebral (no caso de AVC). Quanto mais precocemente ocorrer o tratamento menor a sequela”, informa Dr. Azevedo. Associado ao uso tecnológico, há mais de 20 anos o HP aplica o Protocolo de IAM para agilizar a assistência cardiológica, assegurando a sistematização do atendimento e os altos índices de sobrevida do paciente.

Referência no diagnóstico e tratamento de cardiopatias

Com histórico de pioneirismo no tratamento do infarto agudo do miocárdio e do AVC, a Hemodinâmica do HP atende desde pacientes estáveis de baixíssimo risco (para a realização de exames diagnósticos eletivos, como cateterismo cardíaco e arteriografia cerebral), até pacientes complexos em situação de altíssimo risco de vida, admitidos através da Emergência Geral. Uma equipe completa presta o suporte necessário nos diferentes tipos de tratamento: cardiologistas intervencionistas, cirurgiões vasculares, neurorradiologistas, eletrofisiologistas e radiologistas intervencionistas. Além disso, o atendimento multidisciplinar tem o apoio de enfermeiros, técnicos e auxiliares. Dr. Azevedo informa que durante o período de modernização do Serviço, houve também o incremento da equipe com a chegada de novos profissionais da enfermagem, medicina e área técnica, otimizando o número de atendimentos no setor. “Dispomos de uma unidade bem estruturada com equipamentos modernos, equipes experientes e altamente preparadas, o que nos possibilita realizar tratamentos de baixa, média e alta complexidade”.

Procedimentos realizados na Hemodinâmica

Agregando diferentes especialidades da medicina, a Hemodinâmica responde por uma gama de procedimentos cardiovasculares. No âmbito da cardiologia intervencionista realiza Cateterismo Cardíaco com Cineangiocoronariografia (para diagnosticar doença nas artérias do coração), além de tratamento de diversas afecções cardíacas, como: Angioplastia Coronária com implante de stents (convencionais e farmacológicos), tratamento do infarto agudo do miocárdio por Angioplastia Primária, tratamento de doenças orovalvares (valvuloplastia pulmonar, mitral e aórtica), Implante Percutâneo de Válvula Aórtica, Correção de Defeitos Intra-Cardíacos, dentre outros.

No tratamento de cardiopatias complexas em neonatos, a Hemodinâmica possui o diferencial de estar integrada a um hospital com infraestrutura de alta complexidade,  anexa à Maternidade Santamaria, unidade de referência no Estado da Bahia no tratamento de cardiopatias congênitas complexas em recém-nascidos. “Tais fatores ampliam a segurança do paciente. Diante do diagnóstico intrauterino de cardiopatia congênita, por exemplo, a gestante deve ser encaminhada a um hospital com atendimento de Hemodinâmica, pois, muitas vezes, é necessária uma intervenção de emergência nas primeiras 24h ou 48h”, observa o cardiologista.

A cirurgia endovascular das artérias e veias do sistema vascular periférico também integra o leque de procedimentos do Serviço com o diagnóstico por Arteriografia dos Membros Inferiores e o tratamento com implantes de stents. Na neurorradiologia intervencionista, a área atua nos diagnósticos por Arteriografia e tratamento de aneurismas cerebrais, malformações arteriovenosas e AVC (por reperfusão). Na área de Eletrofisiologia, o Serviço realiza implantes de marcapassos, diagnósticos de arritmias cardíacas, estudos eletrofisiológicos, tratamento por técnicas de ablação e implante de cardiodesfibrilador como forma de prevenir a morte súbita. Já na radiologia intervencionista, realiza embolizações de hemorragia digestiva e de mioma uterino.

Revista Imagem Real – Setembro 2016

http://www.hportugues.com.br/imprensa/revista-imagem-real